Introdução e Histórico
 
 
     

Aplicação dos DRPs para levantamento e priorização de problemas, recomendação de soluções e de ações junto aos agricultores: metodologia e estatísticas.

DIAGNÓSTICO RÁPIDO PARTICIPATIVO

Objetivo:

Aplicação de Diagnóstico Rápido Participativo (DRP) para obtenção de indicadores qualitativos ("pistas"), mediante a priorização dos principais problemas e a prospecção de alternativas de solução junto ao público-alvo (produtores líderes ou agentes locais de ATER), convocados individualmente segundo critérios estabelecidos pelas equipes locais e seus colaboradores. As ações do Projeto foram direcionadas à caracterização de problemas (demandas) e prospecção de soluções tecnológicas e ações para desenvolvimento do SPD na meso-região, sem desconsiderar a importância e a factibilidade dos agentes locais de pesquisa, de ATER e organizações de produtores cooperarem na busca de soluções a demais problemas que sejam dependentes de outros órgãos ou setores de desenvolvimento (governamental ou privado).

Metodologia utilizada:

Organização de grupos:

Os participantes foram definidos segundo a natureza do público-alvo, formando grupos de interesse comum (localização na meso-região, natureza das atividades, categoria social, etc.) para facilitar a conduções do Workshop com grupos homogêneos. A condução dos trabalhos foi feita de tal forma a não dirigir as discussões e idéias, mas apenas esclarecer dúvidas e orientar a metodologia dos Workshops, além de proceder observações que considerar relevantes sobre o comportamento dos participantes do grupo. Esses, por sua vez, foram considerados não como fonte de informação, mas como o principal protagonista do processo, de forma a obter-se um diagnóstico que represente as suas verdadeiras necessidades e aspirações e sem permitir o prevalecimento de opiniões individuais.

A metodologia adotada constitui uma adaptação do método Zoop, para facilitar a obtenção de informações rápidas e por escrito, evitando-se polêmicas e discussões em paralelo. Os Workshops tiveram duração máxima de 8 (oito) horas e constaram de 5 (cinco) etapas:

1. Identificação de problemas de acordo com a percepção individual de cada participante do grupo Cada participante registrou em fichas dois ou mais problemas associados à sua atividade e que, segundo o seu critério pessoal de análise e julgamento, são os mais relevantes para o desenvolvimento do SPD.

2. Classificação dos problemas segundo a natureza - sob a orientação do moderador, o grupo organizou o elenco de problemas caracterizando a sua natureza - Técnica, Econômica, Política, Social ou Ambiental

3. Hierarquização dos problemas - cada participante registrou, de forma individual, o grau por ele estabelecido a cada problema, considerando a Freqüência (F) do problema, a sua Gravidade (G) e a factibilidade de Solução (S) do problema perante o conhecimento tecnológico disponível na região, de acordo com o seguinte critério:

Item

Grau 1

Grau 2

Grau 3

Freqüência (F)

Baixa

Média

Alta

Gravidade (G)

Pouca

Moderada

Acentuada

Solução (S)

Fácil

Moderada

Difícil

 

Priorização dos problemas - resultante da somatória de pontos consignada a cada item (F+G+S) consignando o grau de prioridade dado ao problema:

Problema detectado

Pontuação

S de

pontos

Prioridade

F

G

S

           
           
           
           

 

4. Identificação de propostas de solução - para cada problema priorizado os participantes do grupo propuseram individualmente e por escrito as opções tecnológicas por ele consideradas como alternativas disponíveis na região, as quais foram classificadas em soluções (opções de uso direto e imediato na atividade agrícola) e ações (sugestões dirigidas a outros segmentos envolvidos).

5.Análise e reflexão sobre os resultados

No final do workshop, o moderador, com a participação ou não do grupo, formulou um exercício de análise e reflexão acerca da factibilidade de se implementar as propostas tecnológicas, levando em conta as características agroecológicas e socioeconômicas que favorecem/restringem o desenvolvimento do SPD na região, acrescentando anotações sobre aspectos relevantes de serem registrados em relatório final do Workshop.